Encerramento Olímpico

Publicado por Biblioteca

Fonte: EBC
Os jogos terminaram e agora começa o balanço do que foi a 31ª Olimpíada da era moderna Rio 2016.

Vamos olhar pela ótica dos esportes, pois o lado das estruturas e construções que fizeram esse só o tempo dirá se valeu a pena, mas em termos esportivos esse foi o que o melhor o Brasil saiu em sua história, obtivemos o maior número de medalhas tanto no total 19 medalhas, como em ouros 7.

Obtivemos êxito em modalidades que nunca formos destaques como o salto com vara masculino com o atleta Thiago Braz, que desbancou o recordista mundial da modalidade, ou na canoagem com Isaquías Queiros, que obteve 3 medalhas na competição. Não podemos deixar de destacar a nadadora Poliana Okimoto, que foi a primeira atleta a conquistar a medalha olímpica (bronze) na natação feminina para o Brasil.

O futebol trouxe finalmente conquistou a medalha de ouro, o vôlei masculino confirmou a sua força mundial, muitos esportes batemos na trave não conseguiram o pódio, mas chegaram perto.

Essa olimpíada teve suas lendas como Usain Bolt que conquistou a tríplice coroa no 100, 200 e revezamento 4x100m pela terceira vez consecutiva, ou o fantástico Michael Phealps com 6 medalhas no Rio, chegando a incrível maca de 29 medalhas de ouro olímpicas, ou a jovem atleta da ginástica Simone Biles que demonstrou técnica e beleza em suas apresentações.

As cerimônias tanto de abertura, como a de encerramento, mostrou um pouco do Brasil, com participação de grupos indígenas nas apresentações, misturando tecnologia com tradição, no bloco do Japão (Tokyo 2020) próximo país olímpico, foi um show de puro avanço tecnológico, com o inesquecível momento de ver o primeiro ministro japonês Shinzo Abe aparece no meio no campo vestido de super Mario.

Mas, lembramos que no próximo dia 7 de setembro teremos o inicio da paraolimpíada, não deixem de prestigiar os nossos atletas! 
Fonte: The Sun

fonte: Jornal GGN
Fonte: El Pais

read more

Brasil de medalhas

Publicado por Biblioteca

Medalhista de ouro Thiago Braz já é visto por brasileiros como grande destaque da Rio 2016
Muitos só conheceram o atleta Thiago Braz através de sua façanha na prova de salto com vara, em que saiu vitorioso, na noite desta segunda-feira, mas o que muitos ainda não sabem é que o rapaz teve uma história de vida com muitas dificuldades que precisaram ser superadas para que ele pudesse chegar ao topo.

O jovem Thiago, ainda quando pequeno foi abandonado por sua mãe, familiares contam que ele esperou por dias pela mulher com uma mochila até perceber que ela não voltaria mais. Thiago foi criado por seus avós e contou com o incentivo de seu tio, Fabiano Braz, para entrar no mundo dos esportes.

Thiago chega aos seus 22 anos de idade tendo em sua carreira um grande feito, medalhista de ouro nos jogos olímpicos 2016, o rapaz ainda conseguiu também chegar ao recorde olímpico ao pular com perfeição os 6.03m de altura, impostos por ele mesmo.
Se o grande público ainda não havia escutado falar muito sobre Thiago Braz, é bom ficar de olho, porque a conquista desta medalha de ouro já demonstra que muitas outras grandes vitórias virão na carreira deste jovem rapaz de apenas 22 anos.


O velho ditado diz “que filho de peixe peixinho é” e no dia de hoje isso se confirmou. A velejadora Martine Grael (filha do bi campeão Torben Grael) junto com a proeira  Kahena Kunze, conquistaram o ouro na vela na classe 49er FX, feito inédito para o Brasil.

Mas lembrando que temos o canoísta Isaquías Queiroz que hoje conquistou o bronze na canoagem na prova de 200m no C1, se tornando o brasileiro que mais medalhou nessa olimpíada com duas medalhas uma de prata e outra de bronze.


read more

Maratona Aquática e Ciclo RodaCine

Publicado por Biblioteca

Esse final de semana olímpico trouxe muitas alegrias ao Brasil, com medalhas entre os destaques temos as medalhas de Bronze do Judoca Rafael "Baby" Silva. A ginástica artística na modalidade do solo terminou com a prata e o bronze de Diego Hypólito e Arthur Nory Mariano.
O dia de hoje teve o encerramento das competições aquáticas com a maratona, o Brasil terminou a prova em terceiro lugar com a nadadora da Unisanta Poliana Okimoto. 
Damos os parabéns a todos os atletas da natação brasileira que mesmo não tendo obtido uma medalha se colocaram entre os melhores do mundo, competindo com dignidade, honra e orgulho pelo nosso país!  


Hoje começa o ciclo RodaCine com filmes escolhidos pelos os alunos, serão duas sessões às 12h e 18h todas às segundas, quartas e sextas. Com o inicio do ciclo estaremos também iniciando uma parceria com o nosso colega e aluno do curso de Engenharia de Computadores Gabriel Fernandes do blog Cine +Crítica , que nos brindará sempre uma crítica sobre filmes em cartaz, ao lado teremos uma coluna com os textos dos filmes a serem exibidos no ciclo.  

read more

Dicas para o final de semana

Publicado por Biblioteca


Seguindo a torcida com o Brasil, estamos na expectativa de que os nossos atletas possam trazer mais medalhas, pois, as provas do atletismo ainda não começaram; como também nos esportes por equipes, até lá termos muitas competições até o próximo dia 21.

Para fechar as competições aquáticas nesta segunda-feira (15/08) temos as  nadadoras Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto da UNISANTA competindo na maratona aquática às 9h.





Deixamos aqui umas dicas de entretenimento além dos olímpicos, vamos lá!

- Música:
Jorge Aragão no Clube de Regatas Vasco da Gama dia 12 às 23h. 

- Cinema:
Um espião e meio (Central Intelligence), comédia, EUA 107 min.

Novo filme do grandão Dwayne Johnson, e o baixinho Kevin Hart. No passado, Dwayne o gordinho que era a chacota da escola e Kevin era o atleta com maior chance de ser o sucesso no futuro, são amigos nessa época, que se reencontram 20 anos depois. Kevin se torna um contador e Dwayne,  um agente da CIA, que acaba metendo o amigo em inúmeras confusões.  
read more