16 de set de 2014

Sarau entre livros une poesia e música mexicana com Frida Kahlo


por Eduardo Ricci
“Pedra Nativa”, espetáculo literomusical em homenagem à pintora mexicana Frida Kahlo é o tema do próximo Sarau Entre Livros, realizado pelo Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Santa Cecília (Unisanta) em parceria com o grupo Poetas Vivos, dia 19 de setembro, às 20h30, na biblioteca central, da Unisanta.  Com entrada franca.

A espinha dorsal do trabalho é Octavio Paz, influência determinante para os poetas mexicanos, primeiro a fazer uma leitura contemporânea da tradição desse país. Paz tem a poesia como um de seus eixos de compreensão do mundo. A dignidade da poesia é chave de sua obra. Ele demonstrou que todos os tempos da poesia de todos os lugares podem estar vivos aqui e agora, se um poeta os faz seus. Assim, unimos à sua voz a dos poetas Juan Tablada, Álvaro Sólis, Rubén Mejía, Alfonso Reys, Sóror Juana Inés de La Cruz, Jaime Sabines. Aída Monteón, Juan Gregorio Regino, cujos versos confirmam a diversidade da poesia mexicana. Frida Kahlo pontua a apresentação, inspirando o figurino e trazendo a inquietude de sua própria vida e do cenário poético mexicano. Os poemas alinhavam-se com as músicas típicas “Cielito lindo””, La llorona”, “Piensa en mi”, “Paloma negra”, “Solamente una vez”, ” Tierra de luz”…

O grupo de artistas é formado por Sol Martines (cantora), Arcas  (violão), Rogério Dias (castanholas) e Regina Alonso (declamações).