25 de ago de 2014

I Encontro Urbe Criativa debate ações sobre economia criativa em Santos

Ocorre nos dias 28 e 29 de agostos, no Cineclube Lanterna Mágica da Universidade Santa Cecília o I Encontro Urbe Criativa que tem como objetivo encontrar novas formas de pensar numa economia criativa, como meio de expansão da cidade, através da construção de uma ideia com os alunos universitários, produtores culturais, empresários e gestores públicos.
Conforme jornalista Eduardo Ricci, idealizador do evento e coordenador do Cineclube explica economia criativa se dá quando indivíduos exercitam a imaginação para explorar seu valor econômico. Essas ações envolvem processos de criação, produção e distribuição de produtos e serviços, usando o conhecimento, a criatividade e o capital intelectual como principais recursos produtivos.

"Olhar o mundo de forma diferenciada é uma das propostas do Cineclube, seja por meio de filmes, debates e encontros como o Urbe Criativa. O nome desse evento sugere justamente uma reflexão de como podemos expandir a economia com criatividade e melhorar o espaço urbano em que vivemos, por meio de um novo olhar", disse Ricci.


Programação
Na abertura dia 28, às 19 horas, os convidados abordarão, a partir de suas experiências profissionais, a importância das ações culturais e empreendedoras na economia criativa e como ela ajuda a expandir a cidade.
Com o tema "Economia Criativa na Cidade Expandida", a mesa de debates terá Rodrigo Dias Arnaut, do Grupo Era Transmídia de São Paulo, que trabalha com diversas plataformas midiáticas nas áreas da Comunicação Social; Ludmilla Rossi, da agência santista MKT Virtual, empresa voltada ao desenvolvimento de projetos digitais e para a web; Solange Alboreda, animadora cultural da área de cinema e arte mídia do Sesc Santos e Patrícia Ovalle, consultora em projetos de desenvolvimento e competitividade do Sebrae.


Economia Criativa - No dia seguinte (29), haverá duas atividades, às 15 horas e às 19 horas. No período da tarde, acontece o painel "Economia Criativa em Santos". O objetivo é mapear as ações culturais que fazem de Santos um forte polo de economia criativa. O painel terá 15 minutos para cada produtor cultural convidado falar sobre suas ações e como elas interagem com a cidade. Na sequência, haverá debate entre os apresentadores e um momento para perguntas da plateia.
Estarão presentes os seguintes produtores culturais: Renato Di Renzo, do Café Teatro Rolidei, Ricardo Vasconcelos, organizador do Festival Curta Santos, Denise Covas, do Santos Jazz Festival, Eduardo Ricci, responsável pelo Cineme-se, Karla Lacerda, do Fescete e José Luiz Tahan, do Tarrafa Literária.

O Urbe Criativa termina às 19 horas, com um cinedebate sobre o poder e a formação da identidade do indivíduo na cidade. A novidade, explica Ricci, é a exibição de filme Trainspotting, de Danny Boyle, com áudio e legendas em inglês. Esse formato de exibição será transformado num ciclo sobre o poder no cinema que acontecerá uma vez por mês, sempre numa sexta-feira, até novembro. Após a exibição do filme haverá depoimentos e comentários, em inglês e português, com os professores de inglês Vladmira Droná, Bruno Vilângelo entre outros convidados.

Para mais informações a respeito do evento no blog do Cineclube Lanterna Mágica, ou pelo telefone 3202-7100, ramal 257.
Os interessados podem participar dos eventos gratuitamente, bastando se inscrever pelo e-mail ricci@unisanta.br

O evento tem entrada gratuita em toda sua programação
Cineclube da Unisanta
Rua Cesário Mota, 8, no 5º andar,
Boqueirão, em Santos